O paciente com suspeita de varíola dos macacos no Espírito Santo recebeu alta hospitalar na última segunda-feira (20), após outras doenças serem descartadas por exames. A Secretaria de Estado da Saúde divulgou que o paciente é um homem estrangeiro de 44 anos, comandante da embarcação marítima de carga procedente de Singapura, e que aguarda o resultado do exame específico para a varíola dos macacos, mas continua em isolamento.

O exame permanece em análise.

Exames. O paciente foi submetido a exames de diagnóstico diferencial, descartando que o homem esteja com outras doenças como sarampo, influenza e Covid-19. Resta a suspeita sobre a varíola dos macacos.

Na última semana, foram coletadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) amostras para serem enviadas ao laboratório de referência na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) para comprovação ou não da enfermidade. O exame permanece em análise.

Brasil e mundo. Atualmente, o Brasil registrou oito casos confirmados da varíola dos macacos, sendo que quatro ficam no estado de São Paulo.

A doença era considerada endêmica em países da África Central e da África Ocidental. Entretanto, nos últimos meses, houve relatos da varíola dos macacos em outros países não endêmicos, especialmente na Europa – que responde por 84% dos casos notificados.