Os vereadores da Câmara de Anchieta votaram hoje em sessão ordinária, a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a presidente da Casa, Dalva da Matta Igreja (PDT).

A votação ocorreu ao final da sessão e os parlamentares – com exceção dos membros da mesa diretora – foram unanimes ao votarem na abertura da CPI.

2013-09-03 18.26.04
Dalva presidiu a sessão normalmente, até a hora da votação dos membros da CPI. Foto: Wilcler Lopes

A Comissão vai investigar as denúncias de que a presidente é acusada pelo Ministério Público do Espírito Santo (MP-ES) de se apropriar de parte do salário de servidores, em esquema conhecido como “Rachid ”, de pagamento irregular de diárias e possíveis irregularidades na contratação de uma empresa de consultoria.

A CPI começa a trabalhar hoje e os membros da comissão terão noventa dias para apresentar um relatório ao plenário, Ministério Público e demais órgãos que julgar necessários.A escolha dos três membros da CPI foi por representatividade partidária conforme orientação jurídica dos procuradores da Câmara.

Público aguardou ansiosamente a hora da votação da CPI. Foto Wilcler Lopes
Público aguardou ansiosamente a hora da votação da CPI. Foto Wilcler Lopes

Foram escolhidos Geovane dos Santos (PSD), Válber Salarini (PSDB) já os demais partidos, como eram minorias apresentaram os nomes e houve sorteio. O sorteado foi o vereador João Carlos Simões Nunes (PMDB). Os representantes da CPI vão iniciar amanhã os trabalhos e irão definir quem serão presidente e relator por sorteio.

Dalva diz que é favorável a CPI

A presidente da Câmara Dalva da Matta, antes de passar a presidência para vice para escolha dos membros, disse que não é contraria a CPI. “Eu não sou contraria a essa CPI, eu estou aqui e tudo que puder para ajudar na apuração será feito. A empresa Inovar já esta sendo investigada pelo TC e pelo Judiciário, agora também por essa Casa de Leis. Além disso, as irregularidades de diárias cujos servidores e vereadores todos viajaram também serão apuradas”, encerrou Dalva se despedindo do público.

Dalva
“Eu não sou contraria a essa CPI, eu estou aqui e tudo que puder para ajudar na apuração será feito” diz Dalva

Já a vice-presidente da Câmara, Thereza Mezadri (PV), que assumiu a presidência durante a votação para escolha dos membros da CPI disse que a Comissão é uma resposta a sociedade. “O que tiver de ser feito nós faremos. É uma resposta aos nossos eleitores, ao município de Anchieta”, disse Mezadri.

Por Rosimara Marinho

Deixe seu comentário