A Câmara de Guarapari aprovou ontem, o Projeto de Lei (PL) nº 182/2019, que autoriza a prefeitura, a firmar um convênio com as escolas de samba e blocos carnavalescos para a realização do carnaval 2020 em Guarapari. A votação ocorreu na 14ª sessão extraordinária, realizada nesta segunda-feira (23).

A votação ocorreu na 14ª sessão extraordinária, realizada nesta segunda-feira (23).

Valores. De acordo com o PL, o município deve repassar R$ 50 mil para cada escola de samba credenciada, totalizando R$ 150 mil, e R$ 9 mil para cada bloco credenciado, o que vai representar um total de R$ 90 mil. Ainda de acordo com o projeto, a prefeitura deve aplicar R$ 25 mil reais para a premiação das escolas, que será dividido entre primeiro, segundo e terceiro lugar.

Contra. O projeto só recebeu três votos contrários, dos vereadores Oziel de Sousa (PSC), Denizart Luiz (PSDB) e Paulina Aleixo Pinna (PP).

O vereador Lennon Monjardim (Podemos), que coordena o maior bloco carnavalesco da cidade, disse que o carnaval faz parte da cultura do país e por isso, precisa ser incentivado. “ Precisamos entender que Guarapari é uma cidade turística e todo e qualquer tipo de movimento cultural que atraia turistas automaticamente atraí renda”, disse Lennon.

Educação. Também foi aprovado o Projeto de Lei (PL) nº 175, que autoriza,por tempo determinado, a contratação de profissionais para atuar na Educação. A vereadora Fernanda Mazzelli (PSD), que é membro da Comissão de Educação e Cultura, comemorou a aprovação do PL. “É muito importante a contratação desses profissionais para o bom funcionamento das escolas municipais e o atendimento dos principais dos envolvidos no processo, que são as crianças. A educação é transformadora e eu sempre apoiarei tudo que engloba o anseio escolar”, afirmou a parlamentar.

Transito. Ainda durante a sessão, foram aprovados o Projeto de Lei (PL) nº 173, que autoriza a contratação de agentes de trânsito, e o Projeto de Resolução nº 106, da Mesa Diretora, e derrubado um veto do Executivo.