A Vigilância Sanitária do Estado liberou, na manhã desta segunda-feira (19), a produção dos biscoitos das marcas Alcobaça e Sarloni. O documento de desinterdição foi entregue pelo órgão de fiscalização a representantes da Indústria de Massas Villoni, responsável pela fabricação desses alimentos.
Durante inspeção realizada nesta segunda (19), técnicos da Vigilância Sanitária Estadual constataram que a empresa se adequou às orientações relacionadas à higiene e a procedimentos estruturais. Desta forma, os biscoitos produzidos a partir da data de 19 de agosto estão aptos para consumo.
A interdição da produção de biscoitos pela Indústria de Massas Alimentícias Villoni, com sede em Viana, foi feita em 14 de agosto, devido à falta de boas práticas de higiene no processo de fabricação flagrada durante ação realizada pela Vigilância Sanitária Estadual.

images (1)-horz
Orientação
Embora já tenha sido emitido alerta sanitário desde a data de interdição, uma portaria estadual será publicada no Diário Oficial desta terça-feira (20) orientando os serviços de vigilância sanitária municipais no recolhimento dos lotes dos biscoitos fabricados até o dia 14 de agosto. A empresa também foi orientada a recolher todo o estoque dentro dessas especificações e inutilizá-lo.

Com o aval do Centro de Apoio de Defesa do Consumidor do Ministério Público do Espírito Santo (MPES), a Vigilância Sanitária do Estado pede a quem adquiriu os produtos fabricados antes do dia 14 de agosto que retornem ao local da compra com a nota fiscal em mãos para efetuar a troca por produto do mesmo valor ou exigir reembolso

Deixe seu comentário