Em sessão ordinária realizada no dia 05 de fevereiro, no plenário Urias Simões dos Santos, o vereador Alexandre Assad usou a tribuna para mais uma vez fazer duras críticas a Cesan e reafirmar que votou contra a renovação do contrato da concessionária, por não acreditar nas promessas prometidas pela companhia.

Alexandre Assad usou a tribuna para mais uma vez fazer duras críticas a Cesan

“O ano mudou, mas infelizmente as coisas não mudam, estamos diante de um ano novo, mas velhas práticas continuam a imperar no município de Anchieta, a Cesan vem prestando um péssimo serviço à população, gostaria de deixar bem claro para a população que este vereador votou contra essa renovação de contrato”, discursou Alexandre.

O vereador afirmou que se a votação da renovação fosse hoje, muitos colegas mudariam o voto, já que apenas um mês depois da autorização os mesmos velhos problemas se repetem, como a falta d’água em diversas comunidades no período de veraneio. Alexandre citou o problema de Iriri que ficou três dias sem água na virada do ano.

“Não temos mais as causas que foram duramente construídas aqui pelos colegas, a principal fala da possibilidade de rescisão do contrato de forma unilateral pelo município caso a empresa não cumprir com o que está estabelecido no plano de saneamento básico, o Prefeito vetou, não temos mais garantia nenhuma de que a empresa seja obrigada a prestar um bom serviço”, alertou Assad. Porém os vetos do prefeito ainda serão analisados pela Câmara e podem ser derrubados.

Alexandre disse que em uma audiência pública na casa, ano passado, a representante da ARSP (agência que regulamenta as empresas de concessão pública no Estado) quando perguntada pelo vereador afirmou que: em 15 anos na agência, a Cesan nunca pagou uma multa.  Baseado nisso, Assad garante que a concessionária recorre das decisões e fica sempre impune dos erros que comete.

Deixe seu comentário