Após a apuração da primeira fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), um resultado individual chamou atenção. O aluno Raí Loureiro dos Santos, deficiente visual, foi classificado para a segunda fase, que será realizada no dia 28 de setembro. 
O aluno Raí Loureiro dos Santos, deficiente visual, foi classificado para a segunda fase, que será realizada no dia 28 de setembro.
O  Escola Municipal de Ensino Fundamental João Batista Celestino, localizada no bairro Village do Sol, cursa o 6° ano do Ensino Fundamental, e tem o acompanhamento da professora de educação especial/braile, Leidiany Costa. Ele sempre acompanha todas as atividades propostas para a turma e é um garoto que vai longe” disse a interprete.  
 
“Ele é um aluno muito comprometido, esforçado e sempre se destaca na área de exatas”, disse a professora de Matemática, Daini Maia. 
 
Na opinião da coordenadora da Obmep na escola, Priscila Damaceno, essa parceria é fundamental no processo de ensino aprendizagem e efetivamente o processo de inclusão alcança êxito.  “Percebe-se que Raí tem um grande potencial e sua limitação jamais o impedirá de alçar voos mais altos. Estamos orgulhosos com esse resultado”.