Os recentes acontecimentos políticos da cidade, com os áudios do vereador Dito Xaréu (SD) circulando nos grupos de aplicativos e na imprensa, onde supostamente existem indícios de corrupção, mostram que a Câmara e a prefeitura de Guarapari têm um problema a resolver.

Sessão. O vereador que não compareceu a sessão de terça (21), alegando que estava resolvendo problemas particulares e é esperado para a sessão de hoje (23).  Ou seja, o que se espera é que o vereador apareça na sessão e dê maiores explicações além das que ele tem dado, alegando que os áudios são “montagem”.

Comprovado. Os áudios são do vereador Dito Xareú (SD). Isso já foi confirmado pelos colegas, através do presidente Enis Gordin (PRB), que denunciou os áudios e os entregou ao Ministério Público e também pelos Secretários Municipais, que rapidamente se manifestaram e condenaram a atitude do vereador, que envolveu seus nomes em conversas supostamente ilícitas.

Câmara e a prefeitura de Guarapari têm um problema a resolver.

O problema. Voltemos ao problema. Dito é o líder do prefeito Edson Magalhães (PSDB) na Câmara Municipal. Ele é o responsável por defender o prefeito no Legislativo, além de apresentar e explicar os projetos do município aos colegas para serem votados e aprovados ,entre outras coisas.

Manifestação. Mas como ele está envolvido nessas denúncias que estão sendo investigadas pelo Ministério Público e pelo GAECO, a prefeitura precisa resolver esse problema. Dito Xareú (SD) continua sendo líder? Quem será o novo líder? O prefeito precisa se manifestar sobre essa situação. Os secretários fizeram a sua parte. Agora é hora do prefeito fazer a sua.

Silêncio. O prefeito não pode se comportar como se nada estivesse acontecendo. O vereador escolhido por ele, para representa-lo na Câmara, está sob fogo cruzado.  Ou ele vem a público e diz que tudo precisa ser investigado ou diz que confia no seu vereador. Que confia no seu líder.  

O que não pode é o prefeito Edson ficar em silêncio. O seu líder está em chamas e se essas chamas não forem controladas podem atingir o próprio prefeito. Esse é um problema para Edson Magalhães resolver.  Será que vai resolver? 

O problema II. Voltemos ao problema em seu segundo ponto. O presidente da Câmara, Enis Gordin (PRB), denunciou e entregou os áudios a justiça. Mas o que mais será feito por TODOS os vereadores. Ou seja, o que a Câmara vai fazer com relação a esta situação?

Atitudes. Um de seus colegas está no meio de uma situação que precisa ser investigada, onde supostamente existem atos ilícitos de corrupção que envolvem toda a Câmara. Afinal, a lei de Eventos foi aprovada por unanimidade. Eles não vão investigar? Não vão tentar apurar o que é verdade e o que é mentira nessa situação?

Respostas. Nos áudios o vereador cita os nomes de vários colegas. É preciso tomar uma atitude. Esse é um problema para a Câmara Municipal resolver. Será que vai resolver?

Essa é uma pequena análise de uma situação que precisa de respostas para toda a sociedade Guarapariense que aguarda os esclarecimentos destes fatos políticos que temos vivido nos últimos dias em nossa cidade. 

Deixe seu comentário

Comments are closed.