A partir deste mês de maio, cruzar o Espírito Santo pela BR 101 vai passar a custar pelo menos R$ 21,70. É que a partir de hoje (18) começam a funcionar as sete praças de pedágio que estão sendo instaladas pela ECO 101, concessionária da via federal.

Os trechos da via que terão praças de pedágio ficarão em Pedro Canário, São Mateus, Aracruz, Fundão, Guarapari, Itapemirim e Mimoso do Sul. Cada praça terá uma tarifa diferente e os preços variam de R$ 1,60 a R$ 3,80. Em Guarapari, a praça já está instalada na altura do bairro Amarelos, e terá cobrança no valor de R$3,50 para carros de passeio.

20140518_110929
Em Guarapari, a praça já está instalada na altura do bairro Amarelos, e terá cobrança no valor de R$3,50 para carros de passeio. Foto Roberta Bourguignon.

Os moradores da região não estão muito contentes com o início da cobrança, mas explicam que se o governo não tivesse dado concessão à via, talvez ela não recebesse melhorias. “Com a concessão, parte da rodovia já recebeu mais sinalização e reduziu significantemente, o número de acidentes”, comenta a comerciante Maísa Perim. Ela ainda conta que o pedágio separou o comércio, da sua casa. “Eu trabalho em Amarelos, e moro justamente do outro lado do pedágio. No entanto, já conversei com a empresa, pedindo a isenção da cobrança, mas ainda não obtive nenhuma resposta concreta”, completa a comerciante.

Segundo a concessionária, já foram gastos 250 milhões em melhorias, ao longo da rodovia, que já receberam sinalização horizontal e mais de três mil placas de sinalização vertical. Em pontos críticos, onde ultrapassagens de veículos representam risco de acidentes, foram instaladas 260 mil tachas refletivas ou “olhos de gato”.

20140518_110909
Segundo a concessionária, já foram gastos 250 milhões em melhorias. Foto Roberta Bourguignon.

A concessão da Rodovia BR 101, feita pelo governo federal à iniciativa privada, comemora aniversário de um ano, mas a transformação da via, por onde circulam, diariamente, milhares de veículos, só vai ser mesmo observada ao longo dos próximos quatro anos, quando a Concessionária Eco 101 promete entregar 50% dos 475,9 quilômetros de extensão da rodovia, no Espírito Santo, totalmente duplicados.

Matéria publicada originalmente no jornal Portal 27 Impresso.

versão pdf

Deixe seu comentário