Recebemos recentemente diversas mensagens em nossas redes sociais de moradores de Guarapari que reclamam da demora para finalizar as obras da escola Presidente Costa e Silva, que foi demolida há 4 anos, no dia 21 de janeiro de 2016.

Segundo as reclamações dos moradores, a obra, que irá fazer 5 anos no próximo mês contando desde o tempo em que foi demolida, está parada desde o último protesto dos trabalhadores, que ocorreu no último dia 13 de novembro.

Andamento das obras da escola Presidente Costa e Silva. Fotos: leitor 

“Isso dá uma revolta enorme, uma grande indignação, minha filha estava no 3º ano quando começou isso (obras) e agora está no 8º, é um desperdício de dinheiro público, eu já tentei pedir ajuda para o poder público, para os vereadores, mas ninguém da atenção para a gente, é o nosso dinheiro que está ali”, comentou uma moradora.

Relembre a história da obra

Em Guarapari desde 1973, o colégio passou por mais de 4 ampliações ao longo dos anos, até que no dia 21 de janeiro de 2016 foi iniciada a demolição da antiga escola Presidente Costa e Silva para que fosse construída a nova, com uma área de 4.761,71m² e com capacidade de atender 900 alunos.

Começo do processo de demolição da escola.

Já no dia 27 de fevereiro de 2018, a prefeitura suspendeu a primeira licitação da obra, alegando problemas no projeto. Na época, foi alegado pela prefeitura que: “A Secretaria Municipal de Obras (Semop) esclarece que foi preciso fazer alterações no projeto e a empresa vencedora do certame licitatório apresentou problemas na execução da obra”, diz a nota da prefeitura.

A segunda licitação foi realizada, porém, no dia 5 de abril de 2018, foi novamente suspensa, só que desta vez, por uma decisão judicial. As obras só foram retomadas em janeiro de 2019.

Obras da escola Presidente Costa e Silva.

Também em janeiro, a prefeitura emitiu nota, por meio do próprio site, onde declarou que as obras seriam concluídas até o final de 2019. “As obras de construção da nova Escola Costa e Silva, no bairro Praia do Morro, foram retomadas este mês. Com um valor de quase R$5 milhões, as obras deverão ser concluídas até o final deste ano”, afirmava a informação postada pela prefeitura.

Os moradores seguem sem resposta da prefeitura. O valor orçado para a obra é de quase R$5 milhões.

Diante das reclamações, questionamos a prefeitura sobre a o andamento das obras a passos lentos, mas até o fechamento da matéria não recebemos resposta via e-mail.

Mesmo não respondendo a demanda, ao saber através do nosso e-mail, sobre a reclamação dos moradores, a prefeitura publicou em suas redes sociais na tarde de hoje, que “com a previsão de entrega em janeiro, as obras da Escola Costa e Silva estão aceleradas. As salas e o refeitório já foram finalizados e a obra está na fase do acabamento fino!”.