Hoje (21) se comemora o dia do radialista: aquele profissional que é responsável pela comunicação em rádio. Dos locutores aos técnicos de som, dos repórteres do radiojornalismo aos programadores, dos roteiristas aos editores, os radialistas são aqueles que têm como profissão de tocar os espectadores pelo áudio.

Nessa data especial, o Portal 27 relembra grandes vozes que marcaram a história de Guarapari e contribuíram para a cultura local.

Flávia Lickteneld é uma das vozes que marcam o dia-a-dia do guarapariense. Ela, que trabalha como radialista há 22 anos, é quem agracia as tardes de quem adora rádio. Flavinha, como é carinhosamente chamada pelos ouvintes, ressalta a paixão que tem pela profissão de locutora: “Trabalho com o que amo e sou amada pelo que faço”, afirma.

Quando perguntada sobre sua motivação a permanecer no ramo, Flávia não pensa duas vezes: é o ouvinte. “O que me move é que eu sei que tem alguém me ouvindo, e o meu ouvinte merece o meu melhor”, conta Flavinha. “O ouvinte merece essa dedicação.”

A locutora também destaca os desafios no dia-a-dia desta profissão. “Todo radialista, na verdade, ama o que faz. É uma profissão que acaba sendo abnegada, porque pra gente não tem feriado e nem o fim de semana que todo mundo tem. Pra ser radialista, tem que ter, realmente, um amor.”

Emocionada, Flávia Lickteneld conta sobre a experiência de proporcionar felicidade a quem escuta. “É levar alegria, mexer com a imaginação dos ouvintes. A gente entra na casa, no carro, no trabalho, enfim, na vida das pessoas porque elas acabam confiando na gente”, afirma a radialista. “Recebemos muito carinho em relação a isso.”

Ela também agradece pelo talento que lhe foi dado. “Sou plenamente grata ao nosso bom Deus Jeová. Sou abençoada por ser amada pelo que faço”, finaliza Flavinha.

Deixe seu comentário