A Comissão Processante de Investigação (CPI), que investiga os supostos pedidos de propina do vereador Dito Xaréu (SDD), que vazaram através de áudios de WhatsApp continua seus trabalhos em Guarapari.

Somente uma testemunha não compareceu, o ex-secretário de Turismo, Edgar Behle.

Não compareceu. A CPI realizou mais uma reunião, nesta sexta-feira (23) e mais oito testemunhas foram ouvidas. Somente uma testemunha não compareceu, o ex-secretário de Turismo, Edgar Behle.  Ele não compareceu nem justificou sua ausência.

Convocado. Segundo a presidente da Comissão, vereadora Fernanda Mazzelli (PSD), Edgar Behle será convocado novamente. “Iremos reconvocar o ex-secretário para ouvi-lo em uma próxima oportunidade, quando iremos ouvir outras testemunhas”, disse Fernanda.

Ouvidos. Durante seus trabalhos forram ouvidas a secretária de Saúde, Alessandra Gaigher; a secretária de Análise e Aprovação de Projetos, Milena Ferrari; a secretária de Meio Ambiente e Agricultura, Thereza Christina Barros; o secretário Adjunto de Meio Ambiente e Agricultura, Breno Simões Ramos; a ex-secretária de Turismo e Esportes, Cláudia Martins; o procurador geral do município, Américo Soares Mignone e o técnico administrativo do Executivo Márcio Siqueira.

Todos foram ouvidos por mais de três horas e deram as suas versões e confirmaram e negaram as perguntas dos vereadores da CPI. Confira no vídeo abaixo como foram os trabalhos da CPI dos áudios.

Reunião da Comissão Processante

Publicado por Câmara Municipal de Guarapari em Sexta-feira, 23 de agosto de 2019

*com informações da Câmara Municipal

Deixe seu comentário