Após se entregar a policia no dia de hoje, o menor de 16 anos, acusado de matar uma mulher, dentro de uma loja em Guarapari, conversou com exclusividade, com a nossa equipe e explicou tudo o que fez matar Débora Rocha.

IMG-20140529-WA0002
“Ela estava atrás de mim e queria fazer queima de arquivo, porque eu sabia que era ela que tinha mandado matar o Valdmar”

Ele foi frio, mas relatou que o fato aconteceu por coincidência. De acordo com ele, Débora teria mandado matar um traficante do grupo do qual ele fazia parte em Anchieta, por isso, ao encontrá-la em Guarapari, não teve dúvidas e a executou.

Porque você matou a Débora?

Porque ela ia me matar. Ela estava atrás de mim e queria fazer queima de arquivo, porque eu sabia que era ela que tinha mandado matar o Valdmar, que era nosso parceiro.

Como você achou a Débora?

Foi pura coincidência.  Eu tinha vindo para Guarapari, no Centro da cidade para comprar um carregador e vi ela entrando no Shopping. Fui atrás dela. Ela me viu e tentou avisar os caras para dizer que eu estava atrás dela. Eu entrei na loja, vi que ela estava sozinha e disparei os 12 tiros em cima dela.

Você agiu sozinho?

Sim. Fiz tudo sozinho. Eu matei e sai da loja andando. Entrei no ônibus e fui embora para casa.

O que você sentiu na hora e após o homicídio?

Na hora eu não senti nada.  Hoje eu vejo que minha família deve tá chateada comigo.  Eles não sabiam de nada. Hoje eu me entreguei porque eu quis.  É um sentimento que eu não sei explicar.

Você teve pena dela?

Pena? Que nada. Ela não teve pena quando mandou Dodô matar Valdmar, que deixou a uma mulher grávida.  Não sinto nada por ela. Esse povo acha que só porque ela é bonita, se veste bem, que nada. É mulher de bandido, não vale nada.

Deixe seu comentário