O fim do voto secreto e redução do recesso parlamentar foram aprovados por unanimidade em sessão extraordinária desta quinta-feira, (28 de novembro), realizada , às 9 horas, na Câmara Municipal de Guarapari.

O Projeto de Resolução 011/2013, de autoria do presidente da Casa de Leis Wanderlei Astori e do vereador Thiago Paterlini que foi aderido pelos demais parlamentares, prevê a redução do recesso parlamentar de 91 dias para 60 dias. Hoje, o recesso é do dia 15 de dezembro a 15 de fevereiro e 1º de julho a 31 de julho.

Com a aprovação do projeto, o período de recesso passa a ser de 15 de dezembro a 1º de fevereiro e de 16 de julho a 31 de julho. Lembrando que o recesso refere-se à realização das sessões ordinárias, sendo que em qualquer momento pode haver a solicitação de sessão extraordinária e sem remuneração.

DSC04579
Projetos foram aprovados pro unanimidade.

 “O trabalho do vereador vai além das sessões, ele está presente nos bairros, conhece a realidade das comunidades de perto, é uma ponte de ligação entre o cidadão e o poder executivo. Mas acreditamos que com essa redução do recesso estamos atendendo ao anseio do povo e tendo mais tempo para representar cada munícipe com sua reivindicação seja por meio de requerimentos ou de projetos”, destacou o presidente desta Casa de Leis, Wanderlei Astori.

Voto Secreto. Já o Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal 008, de autoria do vereador Thiago Paterlini com adesão de todos os vereadores, refere-se ao fim do voto secreto para vetos oriundos do Poder Executivo.

Com a aprovação deste projeto, o voto fechado seria restrito à cassação de parlamentar e à eleição da mesa diretora desta Casa de Leis. Já os vetos teriam voto aberto durante as sessões parlamentares. Mas de acordo com o presidente, este é o primeiro passo para que esta Casa de Leis tenha voto aberto para todas as circunstâncias.

 “O nosso objetivo é dar mais transparência a deliberação desta Casa de Leis. O parlamentar quer e deve mostrar ao povo que o elegeu, a sua opinião, a sua decisão, a sua forma de trabalho. A população depositou a confiança na renovação e transparência e estamos a cada dia cumprindo com o nosso dever e com o nosso compromisso. Por isso, escolhemos a Câmara Verdade Guarapari”, frisou o presidente.

Thiago
De acordo com vereador Thiago, esse é um dia histórico para a democracia de Guarapari.

Segundo o vereador Thiago Paterlini, “Esse é um dia histórico para a democracia de Guarapari. Estamos atendendo ao clamor da sociedade pela transparência. A Câmara de Vitória, a Assembleia Legislativa e o Senado já aprovaram o voto aberto. E Guarapari aderindo está mostrando para a sociedade que depositou a confiança na renovação desta Casa de Leis através do voto”.

 O projeto segue agora para votação em segundo turno por se tratar de Emenda à Lei Orgânica conforme determina o Regimento Interno da Câmara de Guarapari. O presidente tem 10 dias úteis para que ele seja colocado novamente em votação, ou seja, a partir do dia 13 de dezembro.

Com informações da Câmara Municipal.

Deixe seu comentário

Comments are closed.