A realidade de microcefalia em Guarapari, relatada em reportagem pelo Portal 27, já tem números oficiais. O Hospital Francisco de Assis (HFA) já registrou quatro casos de microcefalia em Guarapari. Um em novembro do ano passado, dois em fevereiro e um em março. No entanto, uma gestante de fevereiro é do Rio de Janeiro. Estava passando o carnaval em Guarapari. Logo, são três casos no município desde que a epidemia se alastrou pelo país.

microcefaliaolinda2
Em Guarapari já são quatro casos de microcefalia em Guarapari. Um em novembro do ano passado, dois em fevereiro e um em março.

Dois são do bairro de Muquiçaba e um de Ipiranga.  “Todas passaram pelo mesmo procedimento e receberam o mesmo tratamento humanizado, que é o conceito de atendimento do HFA. Todos os exames solicitados e realizados com os laudos constam nos prontuários de cada paciente assim como as notificações, as orientações e os serviços prestados à mãe e ao bebê”, destaca gerente administrativo, Márcio Garcia.

Hospital Francisco de Assis. Foto: João Thomazelli/Portal 27
HFA está monitorando as gestantes com sintomas do Zika Vírus.Foto: João Thomazelli/Portal 27

E por ser o hospital maternidade responsável pelos partos realizados por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), o HFA está monitorando as gestantes com sintomas do Zika Vírus. “A grávida que procura a emergência do hospital com sintomas da doença – vermelhidão na pele e febre – é examinada e tem a sorologia colhida e encaminhada ao Laboratório Central de Saúde Pública do Estado, onde o material é analisado para possível confirmação de diagnóstico”, ressalta a enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, Thaís Ferreira da Roza.

Segundo o HFA, com equipe multidisciplinar, infraestrutura completa e atendimento humanizado que o hospital continua investindo na saúde. Onde segundo eles, toda a conduta de trabalho é baseada em uma palavra: acolhimento. Principalmente quando o assunto é microcefalia.

 

Deixe seu comentário