O Portal 27 continua ouvindo as autoridades da cidade para comentar sobre a questão do desemprego em Guarapari. Hoje conversamos com o presidente da Câmara de Guarapari Enis Gordin (PRB), para que ele comentasse o assunto.

Segundo ele, os dados sobre o desemprego são preocupantes. “A falta de emprego em Guarapari é uma dura realidade que já vem sendo enfrentada há anos pela população, mas a notícia de que nossa cidade lidera o ranking de desemprego no Estado acendeu um alerta para todos que amam essa cidade. Guarapari é famosa por suas belas praias e não merece ficar conhecida agora como a cidade capixaba do desemprego”, afirmou.

Presidente da Câmara de Guarapari Enis Gordin (PRB)

Turismo. Gordin diz que um dos caminhos para enfrentar o desemprego é o turismo. “A cidade tem um grande potencial turístico que precisa ser explorado melhor para gerar mais empregos. Não basta receber um milhão de turistas no Ano Novo e ficar com as praias cheias só na alta temporada. Nossa cidade precisa investir em divulgação das suas belezas naturais, realizar eventos na baixa temporada para atrair turistas e oferecer qualificação gratuita ou a baixo custo para os trabalhadores que vivem do turismo.

Educação. Gordin também defende investimentos na educação. “Nossos estudantes também precisam aprender em sala de aula a história por traz de cada ponto turístico do nosso município. Em muitas cidades turísticas os moradores conhecem e contam com orgulho aos visitantes o significado de cada ponto turístico e aqui, infelizmente, muita gente nem conhece tudo que temos para oferecer. Recentemente foi divulgado o estudo que mostra os benefícios que nossas areias monazíticas trazem para a saúde então porque não explorar o turismo de saúde para gerar emprego e renda para o nosso povo?”, questiona.

Diversificação. Ainda de acordo com o presidente. “Além do turismo, Guarapari precisa diversificar sua economia atraindo indústrias para gerar emprego para a população. A Samarco que era fonte de renda para tantos moradores da nossa cidade ainda não voltou a funcionar e a instalação do Polo Industrial, que por várias vezes já foi cobrada na Câmara, não saí do papel.

SINE. Ele explica que foi um dos primeiros a buscar apoio para a volta do SINE. “A falta de incentivo para a geração de empregos começa com a ausência de uma agência do Sine em Guarapari. No final de março eu, o vereador Oziel e o vereador Clebinho nos reunimos com a subsecretária de Estado de Trabalho, Emprego e Geração de Renda, Karina Uchôa, e pedimos a volta do Sine para nossa cidade. Sabemos que muitos país de família estão desempregados e sem ter como colocar o alimento dentro de casa para sustentar os filhos. E com a volta do Sine eles vão ter um apoio, ter um meio para buscar emprego e viver com dignidade”. Falou.

Deixe seu comentário

Comments are closed.