O novo decreto que redefiniu o funcionamento das linhas intermunicipais dentro de Guarapari e que foi divulgado na manhã de hoje pela prefeitura, deve começar nas próximas semanas e passará por um período de estudos.

Em entrevista coletiva os secretários municipais Edgar Behle e Claudia Martins de Projetos e Empreendedorismo e Fiscalização, respectivamente, explicaram as mudanças estabelecidas pelo decreto.

Segundo o Secretário de Planejamento e Empreendedorismo, Edgar Behle, o decreto será publicado até a próxima semana e tem um prazo de dez dias para começar a valer. “No momento da publicação, eles têm um prazo entre dez para que se instale as placas, se emitam os bilhetes e se façam todo o procedimento legal para cumprir. Nesse sentido a prefeitura conjunto com o DER vai estabelecer um convênio para intensificar a fiscalização para que isso seja cumprido dentro do município”, disse.

De acordo com o secretário, durante um ano será realizado um estudo técnico para ver a viabilidade de manter ou suprimir algumas linhas. Ele afirmou também que a cobrança da taxa de embarque e desembarque fora da rodoviária ainda será definida. “Foi sugerido pelo DER, que é quem coordena essa situação, que se cobrasse um vale transporte emitido pelo terminal onde seria embutida a taxa de embarque, mas isso ainda vai ser analisado pela promotoria do código do consumidor”, explicou.

Aeroporto. Outra mudança estabelecida pelo decreto é em relação a linha que saí de Guarapari para o aeroporto, em Vitória, que antes partia do bairro Ipiranga e agora vai sair exclusivamente da rodoviária. “Queremos resolver o problema de forma a impactar o mínimo possível a população. O objetivo é o pleno funcionamento da cidade atendendo a várias pessoas, não a um pequeno grupo”, disse Edgar.

Protesto. Edgar também falou sobre as manifestações que estão organizadas contra as mudanças. “A manifestação é um direito democrático da população, o que nós pedimos é que as pessoas procurem entender o esforço do município primeiro em atender a população sem deixar o cumprimento da lei. É muito importante que a população saiba que existe um período para que seja feita a análise e estudos técnicos. É normal que a mudança de uma rotina cause um desconforto, mas é também entender que às vezes esse desconforto vem para o bem, para a organização”, disse Edgar.

Pontos. Foram definidos pela prefeitura oito trajetos das linhas intermunicipais passando todos pela rodoviária. Também foram liberados quatro pontos de embarque e desembarque fora da rodoviária que são: ao sul em Meaípe, ao norte em Setiba, na região central em frente ao Sesc/ ExtraCenter e no Ipiranga.

Confira os novos trajetos e pontos de embarque e desembarque.

Esses são os oito novas trajetos que as linhas de transporte intermunicipal farão após a publicação do decreto.
Deixe seu comentário

Comments are closed.