Dois homens, autores de quatro homicídios em Guarapari foram presos na manhã desta quinta feira (6), em uma investigação da Polícia Civil de Guarapari, em ação conjunta com a Polícia Militar. Halisson Bulhões de Souza,25 e Bruno Alves da Silva,18, foram encontrados em suas residências.

Dois
Halisson Bulhões de Souza e Bruno Alves da Silva segundo a policia.Foto PC

Bruno foi localizado no bairro Santa Margarida, onde mora e estava usando a mesma blusa e o mesmo tênis do crime que cometeu em Boa Esperança, onde mataram Hélio dos Santos Viana, de 54 anos. ( Reveja Aqui)

Já o Halisson estava no bairro Coroado. Os dois foram identificados através da gravação das câmeras de videomonitoramento do sítio de Hélio, na zona rural. Na noite do delito, as câmeras registraram os dois comparsas entrando no local. A Policia Civil recolheu as imagens, investigou o caso e pediu o mandado de prisão.

Helio
Hélio foi vitima da dupla.

As mortes. Hélio dos Santos Viana de 54 anos, Zazimar Antônio da Silva de 49 anos, Magno Martins dos Santos de 25 anos e o menor Gabriel Licério dos Santos foram assassinados com um total de 45 tiros, por Bruno e Halisson.

Veja a matéria das mortes de magno e Gabriel AQUI

Quatro tiros mataram Hélio dos Santos, que foi encontrado já sem vida, por Tiago Carminate, um amigo que dormia na casa e contou à polícia que ao acordar caminhou para o quarto do jornaleiro para chamá-lo e o encontrou morto na cama.

De acordo com a perícia, foram disparados cinco tiros na cena do crime.  Quatro acertaram Hélio na região do tórax, abdômen e rosto. Um projétil acertou a porta do quarto da casa. Na residência, foi encontrada uma arma de calibre 38.

O Delegado Alexandre Lincoln conta que a morte de Hélio foi caracterizada como latrocínio, onde os indivíduos confessaram ter ido ao bairro da zona rural com a intenção de assaltar residências, e ao entrar no sítio do jornaleiro de 54 anos, ele teria reagido ao assalto ao acordar, e foi morto com quatro tiros.

DSC05306
Delegado Alexandre Lincoln explica os crimes. Foto Roberta Bourguignon.
ygffffffff
Santinho também já está preso.

Guerra. Em entrevista ao Portal 27, o delegado explica que as mortes são resultados de uma guerra entre dois grupos.

De um lado, está Bruno e Halisson, e do outro, Antônio Marcos Martins Marcelos de 23 anos, conhecido por Santinho. Santinho foi preso na última segunda feira (3) (Veja aqui) e estava sendo indiciado por vários inquéritos na delegacia de crimes contra a vida pela prática de delitos e homicídios.

De acordo com investigações policiais, Santinho estava se preparando para praticar outros homicídios, por motivo de vingança. Isso, por causa da rivalidade com a dupla. Bruno e Halisson mataram um primo e um sobrinho de Santinho  há duas semanas.

O duplo homicídio aconteceu entre os bairros Olaria e Coroado, numa região conhecida pelo tráfico de drogas na cidade de Guarapari.O jovem Magno Martins dos Santos de 25 anos foi morto com 14 tiros e um menor de 14 anos, Gabriel Licério dos Santos foi assassinado com 17 tiros dentro de um quintal, que segundo a polícia é uma “boca de fumo”.

Zuzimar era Sambista e comandava a a escola de samba do município, Mocidade Alegre de Olaria.
Zazimar era Sambista e estava próximo de santinho.

Sambista no lugar errado. Ainda segundo o delegado, Bruno e Halisson confessaram que Zazimar foi morto por estar conversando com Santinho, que era seu rival. (REVEJA AQUI)

O sambista foi morto na noite do dia (9) de janeiro no bairro Olaria. Segundo populares, o homicídio aconteceu por volta das 22 horas, quando duas pessoas passaram em cima de uma moto atirando em direção a Zazimar. Segundo a perícia, foram 10 perfurações no corpo da vítima, mas os moradores ainda afirmam que ouviram mais de 20 disparos.

Os assassinos serão indiciados por homicídio qualificado, e podem pegar de 12 a 30 anos de prisão. Como são autores de mais de um homicídio, poderão pegar mais de 30 anos de cadeia.

Deixe seu comentário

Comments are closed.