A equipe da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) prendeu nesta terça-feira (27), em Vila Velha, a mãe e o padrasto de um menino de oito anos. Os dois são apontados como suspeitos de espancarem a criança no último dia 15. O menino só foi levado para o hospital dois dias depois.

O titular da DPCA, delegado Lorenzo Pazolini, contou que a criança foi resgatada no último dia 17 por policiais militares após uma denúncia anônima. No mesmo dia, o padrasto e a mãe da criança foram encaminhados à 3ª Delegacia Regional de Vila Velha, onde foram ouvidos e liberados após prestarem depoimento. Na ocasião, eles alegaram que o menino havia sido picado por um marimbondo.

“O caso foi encaminhado para a nossa unidade e, após as investigações, a equipe foi até a residência do casal, em Vila Velha, efetuou a prisão e resgatou a criança. Na delegacia, o padrasto e a mãe da criança confessaram o crime”, informou o delegado.

A mãe foi encaminhada para o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDP) de Vila Velha e o padrasto, para Centro de Triagem de Viana (CTV).

Deixe seu comentário