O Portal 27 Comunidades foi procurado por um morador da localidade de Campo Grande, também conhecida como Laje das Pedras, no interior de Guarapari, que reclama do descaso da prefeitura com a população local. O almoxarife Vanildo dos Santos Rodrigues, de 42 anos, afirma que os moradores enfrentam dificuldades para usufruir de serviços como saúde e transporte público.

“Quando precisamos pegar um ônibus, temos que andar por quase uma hora até Jabuticaba, que é o bairro mais próximo, ou caminhar por mais tempo ainda até a Rodovia do Sol, onde os coletivos passam com mais frequência. Não tem uma linha de ônibus que atenda Campo Grande. É triste ver, principalmente, idosos tendo que passar por isso”, relata.

O morador também pede a manutenção da estrada que liga a região a outras localidades. Foto: Colaborador/Vanildo Rodrigues

A situação se complica ainda mais quando o assunto é a saúde. A USF Normília Cunha, em Perocão, é a unidade de saúde designada a atender a população de Laje das Pedras, mas, segundo Vanildo, os horários destinados ao atendimento dos moradores são poucos. “A prefeitura poderia trazer equipes de profissionais da saúde para o bairro, eventualmente, para realizar esses atendimentos. Isso facilitaria a vida de muita gente aqui”.

Outro problema é a estrada que liga a região a outras localidades. Para o almoxarife, a manutenção da via também poderia ser feita com mais frequência, pois quando chove a passagem pelo local fica comprometida, tanto de carro quanto a pé. “Nos sentimos abandonados pela prefeitura. Acho que esqueceram do povo que mora aqui”, finaliza.

A Prefeitura de Guarapari afirma que as necessidades dos moradores de Campo Grande serão discutidas com as partes competentes.

O Portal 27 entrou em contato com a Prefeitura de Guarapari, que nos informou que “a Secretaria Municipal de Obras Públicas tem realizado manutenção das vias na região de forma regular, no entanto, nos últimos dias passamos por um período de chuva e com isso o serviço terá que ser realizado novamente. Uma equipe será enviada ao local conforme o cronograma organizado pela Secretaria”.

O órgão esclareceu ainda que “a Secretaria Municipal de Saúde reconhece a demanda da população e informa que essa necessidade dos moradores de Campo Grande será discutida com a Equipe de Saúde da Família da USF Normília Cunha, para juntos estudarem a melhor forma de atendimento dos moradores, seja por número de atendimento na unidade ou ida dos profissionais ao local”.

Quanto ao transporte público, a Secretaria Municipal de Fiscalização afirmou que na próxima semana terá uma reunião com a empresa prestadora do serviço e colocará a necessidade dos moradores de Campo Grande em pauta.

Quer participar do Portal 27 Comunidades? Mande seu vídeo, foto ou reclamação para o nosso WhatsApp para (27) 9 9857-2727.

Deixe seu comentário