Em função do Coronavírus, a Prefeitura de Guarapari decretou nesta quinta-feira (19) medidas administrativas e sanitárias. Essa ação tem como objetivo o controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação da doença.

Dentre os 26 artigos de medidas emitidos pelo prefeito Edson Magalhães, destaca-se a proibição de visitas às casas de acolhimento de crianças e adolescentes pertencentes
ao Município de Guarapari, durante o período de 30 dias. Ficaram suspensas também pelo mesmo período as visitas às instituições de longa permanência de idosos, bem como às instituições de tratamento de dependentes químicos.

Servidores públicos. Foi estabelecido também o trabalho remoto aos servidores públicos municipais dos seguintes grupos de risco: maiores de 60 (sessenta) anos com morbidade atestada, portadores de doenças respiratórias crônicas ou comprometedoras de uma imunidade, devidamente comprovadas por laudos médicos e gestantes a partir do sexto período gestacional.

Eventos. Ficam vedadas, por 30 dias, as concessões de licenças ou alvarás para realização de eventos privados, que importem em aglomeração de pessoas. Recomendou-se a suspensão do funcionamento de feiras em ambientes fechados, bares e quiosques, templos religiosos e igrejas.

O decreto com todas as medidas adotadas pelo poder executivo está disponível para download aqui.