Após a decisão do Desembargador Jorge Henrique Valle dos Santos, que liberou a parada de ônibus em Guarapari, aceitando uma ação direta inconstitucionalidade (ADIN), impetrada pela Federação das Empresas de Transportes do Espírito Santo, a prefeitura de Guarapari, por meio de nota, alegou que vai acatar a decisão do desembargador e não vai recorrer.

Ônibus Guarapari.Vinicius
Com a decisão, os ônibus já podem circular livremente e parar nos pontos da cidade. Foto: Vinicius Rangel.

Confira a nota na integra: “A prefeitura informa que com a judicialização da questão, a decisão do juiz será acatada. O contrato assinado em 2011 e sua legalidade está sendo analisada pela justiça. Os responsáveis pela assinatura do contrato devem justificar o mesmo. A prefeitura não irá recorrer da decisão e com isso a população e em especial os usuários terão o direito de embarque nos pontos restaurados.”

Rodoviária. Procurados pelo Portal 27, os proprietários da rodoviária disseram que por enquanto não vão se pronunciar e que vão fazer os estudos para analisar a atitude a ser tomada nos próximos dias.

Deixe seu comentário

Comments are closed.