Durante todos os últimos 4 anos o projeto social “Projeto de Coração” realizou ações de caridade com crianças de bairros carentes, com o objetivo de tornar o natal delas mais feliz, doando brinquedos e doces. Neste ano, porém, o projeto está com arrecadações baixíssimas devido à pandemia, ameaçando o final de ano de crianças, que muitas vezes só recebiam estes presentes durante o Natal.

Durante todos os últimos 4 anos o projeto social “Projeto de Coração” realizou ações de caridade com crianças de bairros carentes, com o objetivo de tornar o natal delas mais feliz, doando brinquedos e doces.

Tentando evitar que o pior aconteça, o organizador do projeto, Lucas Belarmindo, está correndo atrás de doações e patrocínios para a ação, que irá ocorrer no dia 12 de dezembro, quando Lucas irá até os bairros carentes vestido de Papai Noel e entregará os brinquedos e sacos de doce para a criançada.

Segundo ele, as pessoas não precisam se preocupar com a situação dos brinquedos que irão doar, pois ele e a equipe fazem todo o trabalho de recuperação antes de realizar a boa ação. E, caso o doador não tenha tempo ou disponibilidade de levar o brinquedo, Lucas já afirmou que pode ir até a casa buscar.

“A pandemia atrapalhou muito todos os setores, temos conhecimento disso, então também atrapalhou na quantidade de doações, porém não podemos desistir, muitas vezes as crianças só recebem isso de presente de natal. Não precisa ficar receoso com o estado do brinquedo, nós fazemos todo o trabalho de restauração antes da entrega, nós podemos até buscar na casa dela, o importante é doar”, relata o jovem.

Lucas também contou de onde surgiu a ideia e como ele tornou o projeto realidade, além de falar sobre a alegria contagiante das crianças ao receberem os presentes de Natal. “Desde pequeno, por não ter muitos brinquedos, eu e meus irmãos sempre tentávamos cuidar deles ao máximo, só que com o tempo passando nós fomos crescendo e começamos a realizar doações para jovens carentes, e foi quando percebemos que para eles era muito mais do que um brinquedo, como era pra mim na minha infância, então assim surgiu a ideia”, afirma Lucas.

Que continua. “Então eu entrei num projeto social e participei dele por dois anos, mas queria algo mais, então criei o meu próprio e comecei falando com os amigos, pedindo algum brinquedo, velho ou novo, para dar para as crianças, eles me ajudaram e o projeto segue até hoje. É emocionante ver a alegria delas quando eu chego vestido de Papai Noel e com vários sacos de brinquedos e doces para entregar”.

Lucas conta também as preocupações que serão tomadas com a pandemia, para evitar espalhar o vírus com as crianças, citando o uso da máscara e álcool em gel na organização, além de falar sobre os planos futuros para o projeto, contando com apoio de empresas para realizar eventos maiores.

Além de brinquedos, as doações também podem ser de doces e de dinheiro

“Com a situação da doença, nossa preocupação é não espalhar nada para as crianças, vamos tentar organizar todos e utilizar máscara, álcool em gel, porque o intuito é trazer a alegria para eles”, comunica o jovem.

Finalizando com “Para o ano que vem, se Deus quiser nós vamos conseguir apoio e patrocínio de alguma empresa para colocarmos várias diversões para as crianças no Natal, como pula-pula e pipoca, aumentando também a abrangência das doações, tudo para alegrar o fim de ano delas”.

Além de brinquedos, as doações também podem ser de doces e de dinheiro, e podem ser feitas pelas seguintes formas:
Entrando em contato com Lucas pelo número: (27) 9 9629-7548
Através das redes sociais: @obelarmindo (Instagram)
Ou por PicPay: @lucas.fernandes.belarmindo

Deixe seu comentário