Nesta quarta-feira (01) a comunidade católica iniciou o período da quaresma. O padre Gudialace Silva de Oliveira explicou que “a quaresma é um retiro espiritual em preparação a maior festa da igreja que é a páscoa de nosso senhor Jesus Cristo”.

Católicos iniciam preparação para a Páscoa com a quaresma.

Neste período muitos fiéis fazem jejum, mas o padre explicou que a prática não significa fazer sacrifícios.

“O jejum na igreja é recomendado para dois dias de forma obrigatória, na quarta-feira de cinzas e na Sexta-Feira Santa. Durante a quaresma nos fazemos abstinência também que é uma outra pratica que é se limitar a uma coisa. Esta abstinência não é sacrificar o nosso corpo porque Jesus não quer sacrifícios, mas ele quer um coração contrito”.

Padre Gudialace falou sobre a importância do jejum para libertação das dependências.

Gudialace também afirmou que o fiel que deseja realizar a abstinência deve procurar se libertar de alimentos, bebidas ou hábitos que o escravize.

“A abstinência deve nos dar a liberdade diante daquilo que nos escraviza. Você pega aquilo que é mais dependente e faz durante esses quarenta dias um exercício de liberdade. Algumas pessoas, por exemplo, são muito dependentes do açúcar então durante quarenta dias fala eu sou mais forte que essa dependência. A pessoa que necessita muito do celular então fala: durante quarenta dias vou me ausentar do uso deste aparelho. De novo eu reforço, isso serve para nos mostrar o quanto é bom sermos livres e desapegados dessas coisas. Não é para causar nenhum tipo de dor, sofrimento ou de sacrifício. Mas, para fortalecer o nosso espírito”.

Ele também lembrou que nesta época devemos nos preocupar mais com a forma com que tratamos o próximo. “Os três exercícios que a igreja nos pede são a oração, o jejum e a caridade. Neste tempo somos convidados a oferecer para o irmão aquilo que temos de melhor e não é somente a questão material. Por isso, que a igreja troca a esmola pela caridade porque a esmola esta muito relacionada a uma questão financeira, ao dinheiro. Mas isso não é talvez o que a outra pessoa mais precisa. Nós necessitamos sermos pessoas melhores, mais educadas, mais gentis, mais compreensivas, pessoas mais generosas. Esta é a verdadeira caridade quando nós nos tornamos seres melhores em nosso relacionamento”.

Padre Gudialace realiza missa durante a quaresma.

O sacerdote também deixou uma mensagem para os fiéis. “Que o tempo quaresmal nos faça vivenciar no domingo de páscoa uma nova vida. Que a gente possa passar pelo tempo quaresma e nascer no domingo de páscoa ou renascer um homem novo, uma mulher nova. Que a gente possa abandonar as práticas velhas e o erro das trevas do pecado para sermos cada vez mais homens e mulheres da luz, renovados pela forca que vem de Deus”, finalizou.

Deixe seu comentário

Comments are closed.