Uma família de turistas mineiros quase foi vítima de uma tragédia na Praia do Morro na manhã desta quarta-feira (12). Quatro membros da família se afogaram por volta do meio dia na altura do quiosque 10 e foram resgatados pela equipe de salva-vidas do local.

Após o resgate, duas vítimas precisaram ser levadas para a UPA porque estavam em grau dois de afogamento.

O salva-vidas Tiago Campos, de 30 anos, participou do resgate e relatou como tudo aconteceu. “Começou com a moça e o namorado. Eles caíram na corrente de retorno, que é conhecida como vassourinha, e os dois irmãos dela foram para ajudar. Mas foram arrastados pela correnteza.  Nessa hora a gente estava indo e entramos em três salva-vidas”.

Tiago contou que após o resgate, duas das vítimas precisaram ser levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “Tiramos três vítimas do mar e ficou um, aí recebemos o reforço do pessoal do posto três e tiramos a quarta vítima. Mas a menina e um dos primeiros rapazes já tinham bebido bastante água e estavam em grau dois de afogamento. Eles estavam tossindo muito também. Então acionamos o resgate e o Corpo de Bombeiros chegou e os levou para a UPA.

Ainda de acordo com Tiago, as outras duas vítimas estavam bem e foram liberadas ainda na Praia. Ele também fez um alerta sobre o risco de entrar no mar por esses dias. “Tem muita correnteza e o mar estava agitado porque está saindo de uma ressaca que aconteceu a poucos dias. Então devido as muitas ondas formaram-se muitos buracos na praia e com eles vem as correntes de retorno. Então fica complicado porque o mar o mar está com muito buracos essa semana”.

O Portal 27 procurou a Secretaria Municipal de Saúde para saber do estado de saúde das vítimas e foi informado que “dois irmãos, de 27 e 30 anos, chegaram à UPA apresentando quadro de dispneia. Os pacientes foram atendidos e medicados, entretanto, não quiseram aguardar o tempo de observação estipulado pela equipe médica e deixaram a unidade por conta própria”.

Deixe seu comentário

Comments are closed.