A questão dos áudios que vazaram na cidade e que apontam supostos indícios de corrupção praticados pelo vereador Dito Xaréu (SD), começa a tomar novas proporções. Na tarde desta quarta-feira (22), um pedido de investigação e criação de uma CPI, foi protocolado na Câmara.

CPI dos Áudios. O presidente da Câmara, Enis Gordin (PRB), explicou apenas que um cidadão, protocolou ofício pedindo a criação de uma CPI. “Não posso dar mais detalhes, porque ainda não veio para o meu gabinete e eu ainda não despachei. Vão ser cumpridos os ritos do regimento interno. Ai sim poderemos falar mais sobre o assunto”, disse.

O presidente da Câmara, Enis Gordin (PRB), explicou apenas que um cidadão, protocolou ofício pedindo a criação de uma CPI.

Comunicado. Sobre a abertura da “CPI dos Áudios”, Enis disse que Dito será comunicado para tomar ciência dos fatos apresentados contra ele e se manifestar. “Assim que chegar até a mim, vamos encaminhar a denúncia para o gabinete do vereador e iremos dar andamento a essa situação desse pedido de investigação”, disse.

Não compareceu. O vereador Dito Xaréu (SD), que é indicado como autor dos áudios, não compareceu as duas sessões que aconteceram essa semana na Câmara Municipal. Ele alegou que precisava tratar de assuntos particulares.

O vereador Dito Xaréu (SD), que é indicado como autor dos áudios, não compareceu as duas sessões que aconteceram essa semana. Foto: Cecília Rodrigues.

Não é mais líder. Dito Xaréu (SD) também não é mais o líder do prefeito Edson Magalhães (PSDB) na Câmara. Em virtude da divulgação dos áudios que estão circulando na cidade, o prefeito escolheu o vereador e ex-presidente da Câmara, Wendel Lima (PTB), como novo líder. A substituição foi protocolada nesta quinta-feira (23), na Câmara Municipal.

Comments are closed.