Ribero e Padua
JB Padrão
Banner TOP

A Prefeitura de Vitória conseguiu no Senado Federal, na terça-feira (7), a aprovação de R$ 400 milhões de financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para investimentos em diversas áreas na capital.

Os recursos serão para obras de infraestrutura e equipamentos urbanos, implantação de passeios contínuos com ciclovias, píeres, atracadores de barcos, deques, praças, paisagismo, arborização urbana, contenção de encostas, recuperação de áreas degradadas de manguezal e de nascentes, estudos para planos de manejos de unidades de conservação, reforma e construção de escolas, unidades de saúde, entre outras.

Vitória conseguiu no Senado Federal a aprovação de R$ 400 milhões de financiamento do BID para investimentos. Foto:Diego Alves

Para Vitória, a autorização é para um contrato no valor de até R$ 400 milhões, que será firmado com o BID, com a garantia do Governo Federal. O objetivo é conseguir recursos para ações do Programa de Requalificação Urbana e Segurança Cidadã da capital capixaba.

Centro de Cooperação da Cidade

Dentro do conceito de cidade inteligente, será construído o Centro de Cooperação da Cidade, onde ficará uma espécie de setor da inteligência da Prefeitura, que vai controlar toda a parte semafórica de trânsito, a Defesa Civil e segurança. Um dos locais em estudo fica no bairro Goiabeiras. Os recursos foram aprovados e estão garantidos. O próximo passo é a assinatura do contrato com o BID e o Governo Federal.

Plano de Ação Vitória Sustentável

A captação de recursos destinados a novos investimentos em ações e projetos na cidade, nos próximos anos, integra a 1ª etapa do Plano de Ação Vitória Sustentável, que dialoga com o Plano de Metas, estabelecido na atual gestão, que fez todo um planejamento estratégico, plurianual, reunindo um conjunto de demandas, sempre observando as diretrizes que a cidade tem para se tornar cada vez mais justa, mais humana, mais feliz, inteligente e sustentável.

Importância

“A aprovação dessa operação no Senado é o passo final de um longo trajeto que começou em 2014, quando Vitória foi escolhida com outras três capitais para fazer parte de um programa de Iniciativa Cidades Emergentes e Sustentáveis. A Caixa e o BID doaram R$ 1.500.000,00 para um grande diagnóstico, um planejamento até o ano de 2020/2025, e ofereceram o recurso necessário para que essas obras e ações contidas no estudo pudessem ser realizadas. De forma que este é o último passo para assinar o contrato com o BID. É de uma importância enorme. São R$ 400 milhões que vão transformar e modernizar toda a infraestrutura da cidade de Vitória para benefício de todos que moram, trabalham e visitam a cidade”, comemorou o prefeito, Luciano Rezende.

Prefeito Luciano Rezende destacou que recursos irão modernizar a infraestrutura da cidade e trarão benefícios para os moradores. Avenida Nossa Senhora da Penha (Reta da Penha) à noite. Foto: Leonardo Silveira

“Ao tomar conhecimento da tramitação dessa matéria aqui no Senado, e conhecendo a importância desses investimentos para a nossa capital, solicitei ao Tesouro Nacional e à Casa Civil que encaminhassem ao Senado proposta de limites e condições para que o programa fosse aprovado. Obtivemos sucesso nessa empreitada e, agora, Vitória terá R$ 400 milhões disponíveis para transformar a capital em uma cidade sustentável e economicamente atrativa”, disse o senador Marcos do Val, acrescentando que tem a confiança de que o dinheiro será aplicado de forma inteligente, com investimentos em educação, mobilidade e segurança pública.

Relatório de Avaliação Ambiental e Social

O recurso foi aprovado após o município concluir várias etapas, como por exemplo, o Relatório de Avaliação Ambiental e Social (RAAS), que é uma exigência do BID compondo o programa de investimentos.

“Discutimos os aspectos financeiros, legais e institucionais durante as consultas públicas para conseguir o financiamento. E vários servidores de todas as secretarias municipais participaram do processo. Agora, as regiões irão receber investimentos que transformarão a realidade dos moradores, reduzindo as desigualdades do desenvolvimento urbano e melhorando a segurança”, afirmou o assessor especial de Captação de Recursos da Secretaria de Gestão, Planejamento e Comunicação (Seges), Antonio Claudino de Jesus, que coordenou todo o processo.

Ideally
Camara Municipal de Guarapari – Participe

Banner Marcelo
Institucional MAllagutti

3 COMENTÁRIOS

  1. Vamos torcer para que esse dinheiro seja realmente gasto com as devidas reformas de acordo com as listas de planejamentos citada acima, e que não seja uma “leitão da silva” da vida, onde foi “investido” muito dinheiro e estamos com uma obra com mais de 10 anos que não foi finalizada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here