Após as postagem nas redes sociais sobre o “sumiço” dos representantes legais da empresa Rumin Eventos, os universitários procuram a imprensa para explanar o caso e os integrantes das comissões de formatura das 12 turmas envolvidas receberam um e-mail assinado pela empresa.

Escritório usado pela empresa foi desativado.

No e-mail, a empresa informou que é “com muita tristeza informamos que a RUMIN EVENTOS fecha hoje suas portas. A situação financeira da Empresa ficou em sérias dificuldades desde que a maior Instituição de Ensino Superior desta cidade começou a veicular e até mesmo difundir que a RUMIN não seria permitida estar presente nas colações de grau da mesma. Tal ato foi praticado até mesmo por alguns funcionários da instituição, que se prestaram ao papel de ir pessoalmente nas salas de aulas divulgando essa informação e até mesmo incentivando o NÃO pagamento”. 

Segundo a empresa, o fim do contato direto com os alunos teria provocado um efeito devastador na Rumin Eventos, uma vez o valor de inadimplentes já era superior a R$ 300 mil reais. “Tentamos de várias formas reverter essa situação com reuniões, com comissões de formatura, cobranças efetivas, informações por e-mail, whatsaap, e até mesmo desfazendo de bens pessoais como casa, automóvel e equipamentos para poder honrar com os compromissos. Lutamos por um ano inteiro!!! Mas infelizmente não foi possível. Existem interesses maiores por trás dessa situação , oriundos também de empresas maiores e com grande poder nacional do ramo de formaturas”, informou através de e-mail enviado à comissão de formatura.

Os alunos fizeram boletim de ocorrência na manhã de hoje denunciando o caso.

O dono e criador da empresa Rumin Eventos faleceu há dois anos e meio, segundo o e-mail e mesmo assim, os integrantes não desistiram dos contratos e realizaram vários bailes. A empresa teve crescimento de mais de 30%, segundo eles, mas neste início de 2017, não foi possível continuar realizando os trabalhos.

“A dor desse momento e imensurável… trabalhamos com sonhos e nesse momento o nosso sonho vai por água abaixo … o sonho de continuar, de realizar, de cumprir, de executar…Mas tenham certeza … a dor maior é sem dúvida alguma: NÃO CONSEGUIR REALIZAR O SONHO DE VOCÊS”, informou e se despediu com “nossos sinceros sentimentos, RUMIN EVENTOS.

Faculdade. A faculdade Pitágoras de Guarapari esclarece que as cerimônias oficiais de colação de grau são realizadas pela unidade. No entanto, os demais eventos de formatura, como eventuais viagens ou bailes, são contratos fechados diretamente pelos estudantes e executados por empresas terceiras, de maneira independente e sem vínculo com a instituição, conforme escolha e decisão da turma. A Faculdade Pitágoras lamenta a situação enfrentada pelos acadêmicos e permanece à disposição para quaisquer dúvidas adicionais.

Deixe seu comentário

Comments are closed.