Com a proximidade do verão uma das maiores preocupações é com relação ao abastecimento de água durante a alta temporada, quando a população em Guarapari triplica. Segundo a Cesan, no momento o abastecimento está normal, entretanto estamos vivendo a pior crise hídrica dos últimos 80 anos e o racionamento não está descartado.

Para aumentar a capacidade de armazenamento de água, mais um reservatório será entregue no início de 2017 pela Companhia Espírito Santense de Saneamento (CESAN) para ajudar no abastecimento do município. Esse tem capacidade para 5 milhões e duzentos mil litros de água e está em fase final de obras e foi construído na Estação de Tratamento de Água (ETA) que fica às margens da Rodovia Jones dos Santos Neves.

reservatorio-cesan_will
Esse tem capacidade para 5 milhões e duzentos mil litros de água e está em fase final de obras. Foto: Wilcler Lopes/Portal27

A novidade foi apresentada durante uma reunião da Associação de Hotéis e Turismo de Guarapari (AHTG) e representantes da Cesan. O objetivo do encontro foi discutir os trabalhos desenvolvidos e o que será feito na temporada de verão, quando os problemas com a falta de água acontecem na cidade.

O gestor da divisão de operação e manutenção litorânea da Cesan, Thiago Furtado, explicou que além do novo reservatório, duas adutoras de água tratada já atendem os moradores. Uma de Meaípe e outra do sistema de abastecimento de Perocão. “O sistema de Perocão em especial equalizou a pressão para toda a região e assim melhorou o abastecimento no local”, comentou.

Thiago Furtado mostra por onde chegam as águas do rio Beneventes.
Thiago Furtado, explicou que além do novo reservatório, duas adutoras de água tratada já atendem os moradores. Foto: João Thomazelli/Portal27

A adutora de água bruta que capta água do Rio Benevente foi duplicada e a vazão captada passou de 270 litros por segundo (l/s) para 480l/s, atendendo a 58 bairros. Para isso, foi implantada uma adutora de cerca de 11 km de extensão e 11,5 km de redes de distribuição.

Carros Pipas. O contrato de carros pipas foi renovado. No ano passado, 14 caminhões abasteceram os prédios, casas, pousadas e hotéis de vários bairros. E este ano, o sistema adotado será o mesmo e o presidente da AHTG terá contato direto com os plantonistas da companhia para melhor atender os turistas. “No ano passado tivemos menos problemas porque a Cesan nos passou os contatos dos plantonistas. Com o mesmo serviço, certamente ficaremos assistidos novamente e não deixaremos os turistas irem embora com má impressão da cidade por falta de banho”, comentou o presidente da associação Renato Cézar.

Mas o gestor esclarece que mesmo com todo o trabalho, é preciso economizar. “Se a população trabalhar de uma maneira consciente, nós conseguimos abastecer até 800 mil pessoas. O consumo elevado na alta temporada pode levar a casos pontuais de desabastecimento em algumas casas e condomínios. É um trabalho conjunto”, esclareceu.

Balanço positivo nos comércios do Centro de Guarapari. foto: João Thomazelli/Portal 27
A Cesan calcula que durante a virada de ano, Guarapari recebe entre 700 e 800 mil pessoas. foto: João Thomazelli/Portal 27

E a orientação é: usar a água de forma racional, não usar mangueira, fechar a torneira sempre que não estiver usando a água. Mas, principalmente, ter um reservatório adequado para a quantidade de pessoas que estão na casa para que suporte pelo menos 24 horas sem abastecimento, conforme as normas de construção.

Na virada de ano o consumo de água aumenta em até 84%

As altas temperaturas aliadas à quantidade de pessoas que visitam a cidade reflete diretamente no maior consumo de água. A Cesan calcula que durante a virada de ano, Guarapari recebe entre 700 e 800 mil pessoas, e o consumo aumenta para 84% em relação ao consumo dos moradores durante o ano.

A população do município consome em média 380 litros de água por segundo e no réveillon esse número aumenta para 700 litros de água por segundo, o que dificulta o abastecimento para todos os bairros.