Carnaval começou com muito trabalho para a polícia em Vila Velha e Guarapari. Na tarde de hoje uma perseguição a um suspeito terminou com tiroteio e prisões.

No começo da tarde, por volta das 13 horas, o serviço reservado (P2) do 4º batalhão da PM informou que um suspeito de homicídio com mandado de prisão em aberto estava circulando em um Toyota Corola, placas MQW-4452 de Vila Velha, pelo centro do mesmo município.

SAMSUNG CAMERA PICTURES
O suspeito, tentou fugir dos policiais e uma perseguição em alta velocidade pela Rodovia do Sol. Foto: João Thomazelli/portal27

As viaturas de serviço foram avisadas e já na altura do bairro Interlagos, em Vila Velha, o veículo com o suspeito e outras três pessoas foi avistado por uma guarnição da PM. O suspeito, identificado como Gregori Furlan de Souza, 24 anos, tentou fugir dos policiais e uma perseguição em alta velocidade pela Rodovia do Sol teve início no sentido Vila Velha – Guarapari.

Dezenas de policiais de Vila Velha e Guarapari foram deslocados para a ocorrência. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Dezenas de policiais de Vila Velha e Guarapari foram deslocados para a ocorrência. Foto: João Thomazelli/Portal 27

Os policiais militares do 10º batalhão (Guarapari) foram avisados e montaram um bloqueio na altura do trevo de Setiba. Enquanto isso, várias viaturas de vila Velha seguiam no encalço do suspeito.

“Eles passaram direto pela praça do pedágio e destruíram a cancela. Em determinado momento, por causa do tráfego que se formou com o bloqueio aqui em Guarapari o suspeito chegou a bater em outros carros. E por fim eles tentaram furar o bloqueio, jogando o Corola para cima da guarnição, mas acabaram perdendo o controle do veículo e saindo da pista”, contou o soldado Pagoto, que foi quem começou a perseguição, ainda em Vila Velha.

Durante a perseguição, os policiais foram alvos de tiros que partiram de dentro do Corola. “Nós revidamos a injusta agressão também com disparos”, contou Pagoto.

dinheiro, maconha e uma pistola foram apreendidos com o suspeito. foto: João Thomazelli/Portal 27
dinheiro, maconha e uma pistola foram apreendidos com o suspeito. foto: João Thomazelli/Portal 27

Depois que o carro saiu da pista e parou em um barranco os quatro ocupantes do veículo se renderam. Dentro do Corola foi encontrada uma pistola calibre 380, cerca de 50 gramas de maconha e aproximadamente R4 3 mil em notas pequenas.

Gregori nega que tenha atirado contra os policiais. “Nós estávamos indo curtir o Carnaval em Guarapari e de repente os policias começaram a atirar contra nós. Eu nem sabia que tinha uma arma dentro do carro. Ninguém atirou contra policial nenhum não. Eles que atiraram contra nós”, declarou.

O tiro partiu de dentro para fora do veículo. foto: João Thomazelli/Portal 27
O tiro partiu de dentro para fora do veículo. foto: João Thomazelli/Portal 27

Mas uma marca de tiro no teto do carro contradiz a versão do suspeito, já que ficou evidente que o disparo saiu de dentro do veículo.

“Eu sabia que tinha um mandado contra mim por uma coisa que eu não fiz. Eles dizem que eu matei um cara, mas não tenho nada com isso. Pelo menos agora eu resolvo isso e fico mais tranquilo. Eu sei que é um mandado de prisão temporário. Vou esclarecer tudo”, finalizou.

Os outros três ocupantes do carro foram conduzidos junto Gregori para a delegacia de Guarapari.

Deixe seu comentário