Depois de ter uma foto nu vazada pelo WhatsApp, o vereador de Guarapari, Dito Xaréu (SDD), entrou na justiça contra uma mulher que teria vazado as fotos e comentou na sessão desta quinta-feira (13) sobre o o processo em que a mulher foi indiciada pela justiça.

Segundo ele “a verdade tem que ser dita. Eu acho que sou um dos vereadores mais polêmicos dessa casa, porque eu falo sempre quem não gosta de mim não precisa falar comigo. Eu tenho mais ou menos no fórum de Guarapari uns dez processos movidos contra pessoas e dois processos que eu fui réu sem saber que eu era réu, mas eu conseguia dormir com a janela do meu quarto aberta” disse o vereador em parte do seu discurso.

Depois de ter fotos suas vazadas pelo WhatsApp, o vereador Dito Xaréu (SDD), comentou na sessão desta quinta-feira (13) sobre o ocorrido. Foto: Wilcler Carvalho

Repercussão. As fotos vazadas foram destaque na imprensa municipal e na estadual. “Desde o momento que aconteceu eu procurei a delegacia especializada, fiz a denúncia, me perguntaram se eu tinha enviado pra alguém e eu disse o nome de uma pessoa, mas não sabia se ela tinha passado pra mais alguém. Não saiu o nome da pessoa ainda, mas na época, antes disso eu fui ameaçado, fiz um BO de ameaça junto com meu advogado e pra minha surpresa 20 ou 30 dias depois do BO que eu fiz, houve uma foto minha vazada. Fiquei muito triste não por mim, mas por minha família, tenho uma neta de sete anos, fiquei triste por meus eleitores, até aqueles que não votaram em mim, mas me conhecem, eu sou da bagunça, da paz, tenho meus compromissos com meu povo, com minha igreja, com minha noiva e quase esposa, tenho compromisso com todos vocês”, afirmou.

Doação. Ainda de acordo com ele o que ganhar com esse processo vai ser doado. “Está aí, a verdade tem que ser dita, tem que ser mostrada. Tá aí, tenho que agradecer mais uma vez a todos vocês que acreditaram em mim e que a justiça seja feita. De agora pra frente, com a pena mais de 70% da verba que eu vou receber vai ser destinada pra uma instituição”, falou.

Samba. O vereador terminou o discurso cantarolando um samba do grupo Só Pra Contrariar (SPC). “Pra minha surpresa hoje saiu isso daí, estamos mostrando, eu não procurei saber e chegou aí e a pessoa foi indiciada. Obrigada a vocês que me apoiaram, a vocês que riram, a vocês que na rua mexeram comigo e continuam mexendo, a uma amiga minha que cantou “como é que uma coisa assim machuca tanto”, cantou o vereador.

Deixe seu comentário

Comments are closed.